9 de nov de 2016

6 Suplementos Anti-Inflamatórios!

A chave para eliminar as doenças inflamatórias pode estar no seu prato. Afinal, muito além de nutrir, os alimentos alteram os processos fisiológicos, modulando, inclusive, as respostas inflamatórias.
A inflamação é uma reação imediata a uma lesão celular ou tecidual provocada por um corpo considerado estranho. Nessa situação, há um esforço do nosso organismo em reconhecer os agentes responsáveis pelo ataque, para neutralizá-los o mais rápido possível.
Na inflamação crônica há a ativação por longo prazo do sistema de defesa, promovendo alterações na atividade insulínica, na mobilização das gorduras e estresse oxidativo, processo relacionado ao envelhecimento precoce, entre outros danos. Essa inflamação tem sido apontada como o fator contribuinte e preponderante para o desenvolvimento de diversas doenças crônicas como o diabetes e até mesmo o câncer.

Como saber se tenho um quadro inflamatório

Uma das maneiras de descobrir é através do exame de sangue chamado Proteína C Reativa (PCR). Esse exame ajuda no diagnóstico de doenças inflamatórias/infecciosas e para o acompanhamento da eficácia do seu tratamento.

Alimentos que Causam a Inflamação

Os alimentos que consumimos no dia a dia podem ser os responsáveis por causar essas inflamações duradouras, ou também podem cumprir o papel de eliminar a inflamação. Por isso é importante evitar certos tipos de alimentos.
Nesse cenário, as gorduras trans e hidrogenadas aparecem como as principais vilãs. Diversos estudos mostram que os ácidos graxos saturados presentes nas bolachas, margarina, sorvetes, salgadinhos, bolos industrializados e em óleos vegetais como de canola, soja, milho, algodão e girassol podem contribuir para o agravamento da inflamação e ainda provocar resistência à insulina.
Alimentos de alta carga glicêmica, ricos em açúcares e pobres em fibras, que são absorvidos rapidamente pelo organismo, também figuram na lista dos que mais ameaçam a saúde. Outros estudos apontam também para os produtos industrializados, que recebem diversos aditivos, como conservantes e aromatizantes. Esses elementos são chamados pró- inflamatórios, porque são capazes de estimular a expressão de genes que agravam a inflamação, desequilibrando ainda mais o organismo.
Postar um comentário