8 de ago de 2015

Benefícios da Babosa (Aloe Vera)

A babosa é uma planta utilizada para diversos fins medicinais há muitos anos. Muito utilizada para problemas relacionados com a pele (acne, psoríase, hanseníase, etc), encontram-se relatos do uso entre civilizações antigas como os egípcios, gregos e mesmo citações na Bíblia, deixando claro que era comum o uso desta planta na antiguidade.
A babosa (conhecida cientificamente como Aloe vera) fortalece o sistema imunológico e tem ação anti-inflamatória e antiviral (inclusive inibindo a multiplicação do vírus da AIDS). Algumas pesquisas isoladas mostraram que os oligossacarídeos presentes na babosa ajudam a combater as células malignas. Os princípios ativos se encontram no gel e não na casca.

Benefícios da Babosa

  • Estabiliza a glicemia sanguínea em diabéticos
  • Reduz processos inflamatórios no organismo
  • Faz o equilíbrio do colesterol e triglicérides
  • Trata úlceras, síndrome do intestino irritável, doenças de Chron e doenças celíacas
  • Contém alto teor de Acemannan, um fortalecedor imunológico natural
  • Aumenta a expectativa de vida e longevidade
  • Ajuda eliminar os desconfortos do refluxo
  • Acelera a cura de queimaduras físicas e radioativas
  • Melhora a saúde da gengiva
  • Reduz derrames e ataques cardíacos
  • Melhora o funcionamento intestinal
  • Possui enzimas que facilitam a digestão
  • Ajuda a dissolver pedras nos rins
  • Aumenta o desempenho cardiovascular e a resistência física.
  • Protege o corpo contra o stress oxidativo.

Composição da Babosa

  • Água
  • 20 minerais
  • 12 vitaminas
  • 18 aminoácidos
  • 200 componentes vegetais ativos (fitonutrientes), incluindo: enzimas, terpenos (um fitonutriente que reduz o açúcar no sangue), gliconutrientes e glicoproteinas.
  • Polissacarídeos, incluindo: Acemannan, Mannose-6-fosfato, Polimannans
  • Glicosídeos Fenólicos, como o Dihydrocoumarins

Cuidados na Ingestão

Você já deve ter ouvido falar que a babosa é tóxica, e que é imprópria para ingestão, não é? No Brasil, a ANVISA proíbe produtos alimentícios que contenham babosa. De fato, existem diversas espécies de babosa, e algumas delas realmente são tóxicas para ingestão. Porém, a espécie Aloe vera barbadensis é considerada segura e cheia de benefícios para nossa saúde.
Lembrando também que devemos sempre comsumir apenas o gel do interior das folhas, pois é na casca que elementos potencialmente tóxicos se encontram.

Como consumir a Babosa?

Observados os cuidados acima, o gel da Aloe vera, quando extraído adequadamente, praticamente não tem gosto e portanto soma-se bem a qualquer suco ou bebida que você prepare no liquidificador.
Para fazer uso desta planta, descasque-a com a ajuda de uma faca e jogue um pedaço do gel (mais ou menos uma colher de sopa) dentro do copo de liquidificador.
Você pode usar o gel da babosa em sucos, vitaminas e shakes. Cuidado com o excesso, pois pode provocar efeitos indesejáveis. Não existe uma quantidade ideal por dia. Comece com uma quantidade pequena e vá aumentando aos poucos se assim desejar.
Em termos de conservação, o ideal é conservar a folha em geladeira depois de colhida. O gel colhido pode ser congelado e guardado por até seis meses.

Suco de Babosa

Por ser uma planta com propriedades depurativas, a babosa é uma boa aliada para melhorar o metabolismo. Ao misturá-la com limão obteremos a propriedade depurativa junto às propriedades desintoxicantes. Esse suco também ajuda melhorar a imunidade e fornecer mais energia.
  • 1 colher de sopa do gel da babosa aloe vera barbadensis
  • 1 colher de sobremesa de mel ou melado
  • Suco de um limão
Bata os ingredientes e um copo de água no liquidificador. Tome preferencialmente em jejum.

Babosa para Pele e Cabelos

A indústria cosmética vê a babosa (Aloe vera) como base e fitocosmético para vários produtos de beleza, tais como: cremes faciais e capilares, limpadores de pele, loção fortalecedora do couro cabeludo, desodorantes, loção pós-barba, shampoos, cremes para acne e loção para caspa.
Na pele a Aloe vera previne a formação de rugas hidratando peles ressecadas e flácidas. Também é muito útil para o tratamento de cortes e feridas, acne, coceiras e manchas na pele. Um dos usos mais especiais deste produto natural é o cuidado com a pele, seja por queimaduras ou no tratamento de cicatrizes, em função de seu gel que acelera notoriamente o processo de cicatrização, melhorando a circulação do sangue em volta da ferida.
Graças ao fato da babosa ter propriedades anti-inflamatórias é um bom remédio contra a acne. Ajuda a controlar a oleosidade que se acumula na pele. Você pode usar um gel de babosa sobre as espinhas para diminuir o inchaço.
Nos cabelos a babosa ajuda a diminuir a coceira e irritação do couro cabeludo, fortalece, melhora a oleosidade e caspa.
Postar um comentário