30 de jul de 2015

Como evitar o envelhecimento dos cabelos?

 
Não é a apenas a pele que envelhece com o tempo: o seu cabelo também sente os efeitos da passagem dos anos. À medida que o tempo passa, os fios tornam-se mais finos, secos e quebradiços.
Essencialmente, o processo de envelhecimento se caracteriza por dois fenômenos: a redução da densidade dos fios, com diminuição de sua espessura, e a perda de sua cor natural, que leva aos cabelos brancos.
A culpa está na perda de aminoácidos, que são essenciais para o cabelo. Os aminoácidos são as menores partículas em que se constituem as proteínas. A principal proteína do cabelo é a queratina que, em conjunto com a vitamina E e o selênio, proporcionam proteção aos cabelos.
Portanto, o envelhecimento dos fios não é ocasionado somente por idade cronológica ou genética, mas também pela falta de vitalidade dos fios; e isso pode ocorrer em qualquer idade.

Como manter a vitalidade dos fios?

  • Proteger o cabelo do sol é a primeira regra contra os danos cronológicos. Os raios UV ainda são os maiores inimigos dos cabelos, pois reduzem a elasticidade dos fios além de ressecá-los e dar a eles uma aparência opaca.
  • Hidratar e usar produtos adequados ao tipo de cabelo. Isso pode restituir o brilho e ainda oferecer uma textura macia aos fios. Essa prática deve ser incorporada à rotina: pelo menos uma vez por semana, faça uma hidratação caseira. Além disso, reserve um tempinho para ir ao salão cuidar das madeixas de vez em quando.
  • Cauterizações têm o poder de nutrir os fios e fechar as cutículas do cabelo. Ou seja: além de auxiliar na retenção do frizz, seus cabelos terão os nutrientes que precisam.

Lifting Capilar

Reconstrói a elasticidade e a estrutura do cabelo, recuperando o brilho e a maciez. Previne o fotoenvelhecimento capilar (ação natural que ocorre no couro cabeludo em pessoas a partir dos 30 anos).
O processo se dá pela aplicação de um shampoo específico, uma máscara de tratamento do produto denominado lipo recharges (à base de uma substância reconstrutora do couro cabeludo), de um complexo ativo vita refil composto de P-lipossomos (que age na prevenção do fotoenvelhecimento), além de outros cremes hidratantes fortalecedores.
Esse tipo de hidratação revitaliza o cabelo que perdeu matéria, com ardência no couro cabeludo, opaco e sem brilho, e tira o aspecto de fios cansados. Esse procedimento deve ser feito em salão de beleza.

Alimentos para os Fios

Uma alimentação equilibrada e saudável é importante não só para a sua silhueta, mas também para a beleza da sua pele, unhas e cabelos. Problemas nutricionais deixam os cabelos secos, quebradiços e sem vida. E quando oleosos demais, podem ser sinal de uma dieta desequilibrada.
Deficiências de algumas vitaminas e minerais também causam prejuízos, como queda de cabelos.
  • Magnésio – O magnésio é essencial na formação de proteínas como a queratina, que constitui os fios. Fontes: frutos do mar, abacate, melão, abacaxi, carambola e nozes.
  • Cálcio – A deficiência de cálcio torna os cabelos finos e quebradiços. Fontes: folhas verdes, gergelim, tofu, salmão e sardinha.
  • Sódio – ajuda a controlar o teor de água dentro dos fios e dá brilho. Fontes: frutos do mar, tomate, aipo e tofu.
  • Potássio – é muito importante para manter a flexibilidade e a hidratação. Fontes: carnes magras, banana, pepino, uva, amêndoa e semente de girassol.
  • Zinco – é ele que dá a força aos cabelos. Fontes: carne, cogumelo, ovo, ostra e germe de trigo.

Quais cuidados tomar para evitar o envelhecimento precoce do cabelo

O fio envelhecido tem carência de tratamento regular e também de vitaminas e nutrientes. Veja algumas dicas que podem ser colocadas em prática no dia a dia para evitar que os cabelos fiquem envelhecidos antes da hora.
  • Alimentação balanceada – Uma nutrição adequada é muito importante, são indispensáveis, principalmente, ferro (presente na carne de fígado, carne vermelha, gema de ovo, legumes, grãos integrais ou enriquecidos, vegetais verde-escuros, melaço escuro, camarão, ostras); zinco (leite, fígado, moluscos, arenque, farelo de trigo); cobre (fígado, moluscos, grãos integrais, cereja, legumes, rins de aves, ostra, chocolate, castanhas, cereais, frutas secas, mariscos, tecidos animais); vitamina B6 (levedo, germe de trigo, carne de porco (bem passada), vísceras (principalmente fígado), cereais integrais, legumes, batata, banana e aveia).
  • Suplementos orais – Hoje em dia nossa alimentação é carente de vitaminas e minerais e se você já não se alimenta tão bem assim, é importante suplementar vitaminas e minerais para que seus cabelos fiquem fortes e nutridos. Confira o post vitaminas e minerais para cabelos.
  • Cuidados diários – manter o couro cabeludo limpo e sem oleosidade, usar shampoos adequados e de qualidade. Fazer uma limpeza profunda ou esfoliação no couro cabeludo. Hidratar com frequência; e não abusar dos processos químicos agressivos.
  • Massagem capilar – Os movimentos ativam a circulação no couro cabeludo melhorando a oferta de nutrientes para os fios.
  • Couro cabeludo saudável – É fundamental manter essa região íntegra e com saúde. Agressões podem gerar até uma queda de cabelos definitiva (alocepcia cicatricial), em que não nascem mais cabelos. Um bom exemplo é uma queimadura química, que pode ser provocada, por uma escova progressiva mal aplicada.

Tratamento Cosmético

Os especialistas são unânimes ao falar que a hidratação é um dos fatores mais importantes para a saúde do cabelo. As máscaras de hidratação profunda e a queratinização, feita no salão, podem auxiliar bastante a recuperar a juventude dos fios.
Utilizar o condicionador ao longo do comprimento dos fios é altamente protetor. No entanto, o envelhecimento do cabelo não suporta um condicionamento intenso.
E como as fibras do cabelo envelhecido também perdem espessura com o passar dos anos, os shampoos e condicionadores eficazes adicionam massa às fibras mais finas do cabelo, deixando-o mais encorpado, mais espesso. Esses produtos contêm ativos ‘anti-aging’ como pantenol, niacinamida, cafeína e combinados de polímeros fortificantes. Estes penetram na cutícula e na parte mais interna do cabelo, onde agem nas fibras e as tornam mais fortes e flexíveis, aumentando seu diâmetro.
Postar um comentário