5 de jun de 2015

Coceira no ouvido: Por que será que coça tanto?

É comum termos a sensação de que o ouvido está sempre protegido de agentes externos, por isso não tomamos alguns cuidados essenciais. Deixamos cair água sem a preocupação de secar direito, usamos a haste flexível (cotonete) em excesso, pois achamos que a cera precisa sempre ser removida para que o ouvido não fique sujo, afinal acreditamos que a sujeira pode causar coceira, mas ao contrário do que imaginamos a coceira não é causada apenas por esse motivo.
Quando sentimos uma coceira no ouvido procuramos sempre fazer uma limpeza, pois este sintoma é muito desconfortável, mas às vezes mesmo depois de termos feito essa limpeza a coceira continua. Pode ter sido causada por vários motivos, e até se tornar crônica, mas somente o especialista pode assegurar após fazer exames, o que há de errado.
Um dos motivos que mais causam a coceira no ouvido é a otite, que é um processo infeccioso ou inflamatório, e pode ser na parte externa ou interna do ouvido. Estes processos são provocados por germes ou fungos.
 
A otite externa, normalmente acontece pelo contato com a água, quando vamos à praia ou à piscina, há a entrada de muita água no ouvido, e essa água se acumula deixando a pele mais frágil permitindo a penetração de bactérias, por isso também é conhecida como otite dos nadadores. No banho é necessário tomar bastante cuidado para que não entre tanta água, por isso quando as crianças começarem a tomar banho sozinhas a atenção deve ser redobrada. A otite média é causada também por germes e fungos, mas se manifesta em uma parte mais profunda do ouvido, essa forma de otite é mais recorrente em crianças de até 3 anos.
Além de ser um sintoma de otite a coceira pode se tornar crônica, já que algumas pessoas têm alergias no canal do ouvido, nessa situação o médico irá aplicar tratamentos com produtos específicos para amenizá-la.
Existem também as dermatites, como por exemplo, a dermatite seborréica que é semelhante à caspa do couro cabeludo, nesse caso a cera é seca, escamosa e abundante, causando um grande desconforto (coceira).
Alguns cuidados podem ser tomados para que a coceira não apareça, como:
  • Não usar haste flexível em excesso, pois é bastante prejudicial, pode até fazer pequenas feridas aumentando o risco de infecções.
  • Não retirar toda a cera do ouvido, pois é um protetor natural e umidifica o canal do ouvido para que não resseque a pele causando a coceira.
  • Quando for à praia ou à piscina, assim que sair da água seque bem o ouvido para que esta não se acumule.
  • Deixar o ouvido limpo, mas sem exageros.
Se a coceira persistir, procure sempre um especialista, pois em alguns casos será necessário um tratamento com medicamentos. Para aliviar a coceira nunca podemos usar objetos como tampa de canetas, clips entre outros, pois estes objetos podem acabar machucando seriamente o ouvido. Desta forma, o ouvido se manterá saudável.
Postar um comentário