18 de jan de 2015

Cadu Playboy é preso pela Polícia Federal no Morro do Juramento, no Rio de Janeiro

Carlos Eduardo da Rocha Freire Barbosa, o Cadu Playboy, 28 anos, foi preso por agentes da Subsecretaria de Inteligência (SSINTE) da Secretaria de Segurança e da Polícia Federal, na manhã desta sexta-feira (7), na comunidade do Juramento, em Vicente de Carvalho, no Rio de Janeiro. Segundo a PF, o traficante estava com João Paulo Firmiano Mendes da Silva, o Russão da Mangueira. Com os dois, foram apreendidos R$ 300 mil, três pistolas, granadas e cocaína. Após a prisão, ambos foram levados para a sede da PF. 

Cadu Playboy é de Arraial do Cabo e apontado pela polícia como sendo o chefe do tráfico de drogas no bairro Manoel Corrêa, em Cabo Frio, e também o líder do Comando Vermelho na Região dos Lagos. Já Russão seria o chefe do tráfico no Morro da Mangueira. Segundo informações da subsecretaria, ele é o responsável pelos últimos conflitos na Mangueira, inclusive o que resultou na morte de um policial militar, no dia 17 de outubro. Já Cadu Playboy é apontado pela polícia como o responsável pelos últimos episódios violentos em Cabo Frio, como a ordem para atear fogo em ônibus, no dia do pleito eleitoral. 

Há três dias, uma operação contra o tráfico de drogas em diversos bairros de Cabo Friofoi realizada pela Polícia Civil. O objetivo era cumprir mandados de prisão. Mas Playboy não foi encontrado e era considerado foragido da Justiça.

O traficante, segundo a polícia, é dono de imóveis localizados num condomínio em São Pedro da Aldeia, onde na sexta-feira passada (4), a PM e a Federal apreenderam três fuzis, sete pistolas, um kit para transformar as armas em submetralhadoras, munição, carregadores de AK-47, celulares, cerca de 150 quilos de cocaína e R$ 350 mil em dinheiro. Todo o material estava em quatro carros estacionados na garagem de duas casas no Condomínio Cisne Branco. O bandido teria adquirido os quatro imóveis e outros 20 terrenos no mesmo condomínio, com dinheiro do tráfico e em nome de laranjas. Uma das residências estaria avaliada em R$ 500 mil.

Apreensão na Via Lagos

A apreensão do material encontrado no condomínio Cisne Branco ocorreu pouco menos de 24 horas da prisão de Fernando de Matos Lima, de 24 anos. Morador do Complexo do Alemão, o rapaz estava levando oito pistolas, 1.600 projéteis, meio quilo de cocaína e R$ 80 mil reais em espécie para Cabo Frio.

Fernando foi preso dirigindo um Celta, no fim da noite de quinta-feira (30), na altura de Rio Bonito da Via Lagos. Ele foi autuado por tráfico de drogas, porte ilegal de armas e munição.

Acusado de assassinar Harold

Cadu é acusado ainda do homicídio do segurança Harold Peterson Siqueira Pinto, 31, morto no dia 5 de maio no Jacaré por causa de confronto entre traficantes de facções rivais que disputam pontos de venda de drogas no local. Os outros acusados pelo assassinato de Harold são: Anderson da Silva Severo, Claiton da Silva, Rodrigo de Fátima Rocha, Fabrício Monteiro Cardoso e Ralph de Assis, morto em confronto com PMs na madrugada do dia 26 de outubro, na comunidade Manoel Corrêa. 

Durante a operação foram presos Jorge Luiz Bulian, de 44 anos, acusado de roubo qualificado, além de outras anotações criminais, como crime ao patrimônio, e Homero Viana Gonçalves, de 43, que responderá por tráfico de drogas.
Postar um comentário