10 de nov de 2014

Novo perfume que a Natura lançou *

Luna sobre a pele. Meu nariz busca o cheiro.
Grapefruit com goiaba e almíscar.
Doce azedinho dessa "laranja" americana que "soa" efervescente e intensa. Umas gotinhas de calda de goiaba pingam sobre a fruta, enquanto uma lufada de brisa limpa, macia de almíscar sopra sobre a pele. Goiaba? Então... não é oficial, mas acabo sentindo-a no começo do perfume.

Chypre? Cadê? Nada! É perfume frutal, penso eu.

Prossigo em minhas incursões sobre a pele e por 20 minutos nada mais acontece.

Já estou quase desistindo de ser surpreendida quando...

Opa? O que é isso? Quem está aqui?

Pequeno bouquet de rosas e um tímido Jasmim começam a exalar junto com a doce cítricagrapefruit. Perfeito equilíbrio. As flores parecem ter umas gotinhas de mel. Sinto aquele cheiro doce denso pesando (no bom sentido) todo esse fulgor cítrico e leve de frutas com flores. Laranja doce? Tangerina? Mexerica? Ah. serve uma misturinha das duas? Não na saída, mas sinto-a no coração.
Coração amadurecendo de maneira chic. Como assim?

Pois já te conto. Os primeiros chypres modernos que conheci foram os da maison Chanel, como Coco Mademoiselle Edp e Edt, Chance Edp e Edt e os da casa Dior, Miss Dior Chérie e suas tantas versões. Por eles terem sido meus primeiros... associo sempre Chypre Mderno a cheiro Chic.

Tá, conta logo...

Pois então, o coração do Luna é chic, pois ele vai lá passear na vizinhança da Chanel e da Dior, como a campanha elegantemente (de) anunciava: 
Postar um comentário