30 de out de 2014

Poodle Toy

O Poodle Toy é a menor das quatro variedades de Poodle que existem (gigante, médio, anão e toy). Seu tamanho, sua inteligência e seu pelo encaracolado elegante tem encantado tanto que, nos Estados Unidos, é a terceira raça mais numerosa, junto com o Cocker e o Labrador. Extremamente popular no Brasil desde o início da década de 90, esse cãozinho simpático e carinhoso continua entre os mais desejados do País, fazendo parte de todo tipo de família e lar – já que costuma conviver bem com todo tipo de pessoa e ambiente.
Considerado parte da raça canina que figura entre as mais inteligentes de todo o mundo, o Poodle Toy (junto com as versões de Poodle Gigante, Médio e Anão) é o segundo cachorro mais esperto entre todas as raças de que se tem conhecimento – sendo o cão de pequeno porte mais inteligente de todos e contando com uma capacidade de compreensão e aprendizado muito acima da média.
Embora seja classificado, na maioria das vezes, junto aos seus companheiros de raça, este animado cachorrinho conta com algumas diferenças em relação às demais versões de Poodle, sendo mais animado para brincadeiras que os outros e menos ciumento e protetor, também.
Origem
Por muitos séculos, o Poodle e o Barbet eram a mesma raça. Este cão foi usado para guardar ovelhas e cabras, além de caçar aves selvagens. Por volta do século XVI, gradualmente começaram a se diferenciar. Durante os séculos XVI e XVIII, os criadores começaram a cruzar os Poodles de tamanho com os padrões menores, a fim de obter o Poodle Anão. Os Poodles Anão ainda estavam sendo popularizados quando os criadores resolveram criar um cão ainda menor, o Poodle Toy.
Embora a raça já exista há muitos anos, ela só foi reconhecida oficialmente no ano de 1984 – popularizando-se de uma maneira rápida e intensa ao redor de todo o mundo. Embora se saiba que uma série de cruzamentos entre os cães da raça Poodle tenha sido o que deu origem aos menores cãezinhos da raça, até hoje não se sabe ao certo qual foi o país de origem do primeiro exemplar Toy; havendo um grande conflito entre França e Alemanha neste quesito – já que, mesmo a raça Poodle sendo reconhecidamente alemã, há quem defenda que o surgimento da versão Toy ocorreu em território francês.
Comportamento
Como todos os Poodles, o Poodle Toy é fiel, apegado ao seu dono e às vezes pode chegar ao ponto de segui-lo em todos os lugares. Ele é brincalhão, alegre, muito inteligente e observador, é capaz de aprender muito e de forma realmente rápida. Por vezes, pode ficar latindo na presença de estranhos ou quando é deixado sozinho em casa, pois é muito protetor – no entanto, conforme citado anteriormente, o seu nível de ciúme em relação aos donos e pessoas mais próximas da família não é tão grande como os das versões maiores da raça.
Apesar disso, seus instintos de defesa e proteção são tão alto quanto os de qualquer outro tamanho de Poodle, e os latidos podem, de fato, ser um problema na vida de quem tem um exemplar do poodle Toy como parte da família. Por isso, é fundamental que os tutores de cães desta raça específica busquem formas de treinar e adestrar seus bichinhos de estimação desde a época em que ainda são filhotes para que não haja latidos excessivos em todo o resto de sua vida – tirando proveito do alto nível de inteligência e capacidade de aprendizado deste animal para resolver essa questão logo de início.
Bastante sociável, o Poodle Toy tem muita facilidade em fazer amizade com pessoas de todos os tipos de personalidade e idade; sendo, ainda, facilmente conquistado por outros cães ou animais de outras espécies, com quem gosta de brincar por horas. Por gostar muito de atenção e carinho, não é do tipo de cachorro que se possa deixar sozinho por longos períodos de tempo, pois, isso pode torná-lo um animal muito triste e até mesmo facilitar o surgimento de problemas como o da depressão canina.
Mesmo sendo um cachorro bastante ativo, em função do seu tamanho reduzido, o Poodle de versão Toy não precisa de exercícios muito puxados ou extremos; já que o seu pequeno corpo consegue gastar a energia necessária para que se mantenha bem e saudável com a simples ajuda de uma caminhada por dia. Por ser pequenino, este cão pode ter a sua necessidade de atividades físicas ignorada por alguns tutores; entretanto, este é um grave erro – já que, sem a possibilidade de gastar toda a sua energia acumulada, este animal pode ficar mais propenso a desenvolver problemas diversos de comportamento.
Aspecto
Medindo entre 24 e 28 centímetros de altura, o Poodle Toy é um cachorro de musculatura firme e que pode pesar até 4,5 quilos – sendo que tanto sua altura como o seu peso costumam ser um pouco menores nas fêmeas, quando comparadas com os machos. Dono de orelhas longas e que caem aos lados da sua face, o cão desta raça destaca uma cauda que, geralmente (e nos países onde isso é permitido) é cortada. 
Podendo destacar uma pelagem crespa e brilhante ou encaracolada e abundante, o Poodle Toy é dono de pelos bem finos em ambos os casos, exigindo bastante atenção com o quesito e escovações constantes para evitar nós nos fios e, consequentemente o acúmulo de sujeira – que pode dar início a problemas de pele variados, incluindo dermatites de diferentes tipos.
Cuidados específicos
O Poodle Toy precisa residir com pessoas tranqüilas, uma vez que pode se tornar um cão tenso ao conviver com pessoas estressadas ou nervosas demais – podendo ainda, com isso, abrir as portas para o desenvolvimento de problemas psicológicos e passar por episódios frequentes de ataques de pânico.
Além de viver melhor em ambientes mais calmos e relaxados, este cão também requer muita atenção por parte de seus tutores no sentido de carinho, companhia e presença – já que se sente extremamente abandonado quando sozinho, e isso também ode incentivar o aparecimento de problemas como o da depressão canina. Bem adaptado à vida urbana, pode viver tranquilamente em grandes cidades e em espaços menores como os de apartamentos – sendo o tipo ideal de bichinho de estimação para pessoas dos mais variados gostos e famílias. No que se refere à alimentação, o mais indicado é que faça várias refeições leves e com poucas quantias de comida, evitando problemas que podem aparecer em função do ganho de peso excessivo.
O cuidado do pelo é muito exigente e difícil, sendo necessário levá-lo a um profissional para que tosas sejam feitas de acordo com os padrões da raça.
Saúde
O Poodle Toy tem problemas de ouvido, olhos e de pele. O tamanho pequeno também faz com que a raça seja propensa a lesões, especialmente fraturas
Postar um comentário