23 de jun de 2014

Diaria de uma mãe

Uma mãe que não namora 7 anos , não sabe o que é um amor verdadeiro por fica com medo de volta a pista como os jovens dizem sei que não existe príncipe encantado porque se existe o meu ex seria um mas foi um sapo mas também em casa não vou arrumar ninguém já que não cai do céu é complicado você depois de 7 anos volta sua rotina tem gente que volta num pisca de olhos arranjar fácil, fácil um novo amor mas eu não consigo já tentei mas não deu muito certo meu ex atrapalhou espantou minha paquera mas ele arranjou outra rapidinho e você quando é mãe solteira fica tudo mas complicado porque é você pra tudo até pra fazer um cocô deixo nas mãos de Deus mas sei que sou eu também que tenho que fazer por onde porque não vai mesmo cai na minha casa tenho que sair procura não qualquer um que também aceite meu filho porque meu filho é tudo de bom pra mim , antigamente eu ficava pensando que eu e pai de Samuel iriamos volta mas isso nunca aconteceu acho que toda mulher pensa nisso ainda mas quando se tem um filho mas isso vira real só é uma desilusão. Um poema pra vocês achei muito bonito: NÃO DEIXE O AMOR PASSAR

Quando encontrar alguém e esse alguém fizer seu coração parar de funcionar por alguns segundos, preste atenção: pode ser a pessoa mais importante da sua vida.

Se os olhares se cruzarem e, neste momento,houver o mesmo brilho intenso entre eles, fique alerta: pode ser a pessoa que você está esperando desde o dia em que nasceu.
Se o toque dos lábios for intenso, se o beijo for apaixonante, e os olhos se encherem d’água neste momento, perceba: existe algo mágico entre vocês.

Se o primeiro e o último pensamento do seu dia for essa pessoa, se a vontade de ficar juntos chegar a apertar o coração, agradeça: Deus te mandou um presente: O Amor.

Por isso, preste atenção nos sinais - não deixe que as loucuras do dia-a-dia o deixem cego para a melhor coisa da vida: O AMOR. espero um dia volte aqui e conte que encontrei meu amor uma pessoa que possa entrega de corpo e alma que seja puro ,Nelinha*
Postar um comentário