5 de mar de 2014

LAVAR AS MÃOS É IMPORTANTE Principalmente as crianças.

Todo mundo aprende desde cedo que lavar as mãos é importante para a saúde. É tão trivial que, às vezes, nos esquecemos de sua importância na prevenção de algumas doenças respiratórias, da disenteria e da hepatite A. E esses males ainda fazem muitas vítimas no mundo, principalmente entre crianças. Mais de 3 milhões delas morrem todos os anos. E você sabia que algumas das bactérias causadoras dessas contaminações podem ser eliminadas apenas higienizando bem as mãos?

"Esse hábito diminui em até 80% a possibilidade de transmissão de doenças infecciosas", afirma o biomédico Roberto Martins Figueiredo, que trabalha na empresa de qualidade de produtos Microbiotécnica, em São Paulo. Mesmo nos casos de doenças respiratórias, ele afirma, as mãos ainda são a principal via de contaminação, porque são elas que “mexem” em tudo. 

"E são as mesmas que vão apertar outra mão e tocar nos alimentos", reforça Pedro Germano, professor da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (USP). Segundo ele, a contaminação pode ocorrer da seguinte forma: bacteriana (principalmente os de origem fecal), viral (como os transmissores da gripe) ou por parasitas, como a amebíase (que é uma infecção gastrointestinal).

Uma vez nas mãos, esses microorganismos podem ser transmitidos a outras pessoas, alimentos e roupas. Segundo Figueiredo, da Microbiotécnica, para transmitir o vírus H1N1 (causador da gripe A), por exemplo, é preciso estar a menos de um metro da outra pessoa.

Por isso, é muito importante lavar sempre as mãos com água e sabão ou sabonete. Mas não exagere! “Mais de oito vezes por dia – principalmente antes das refeições e após o uso do banheiro – reduz muito o nível de contaminação. No entanto, se fizer isso muito mais vezes, as defesas naturais das mãos são retiradas e o excesso de higiene pode se virar contra você”, conta Figueiredo. Afinal, os excessos podem ser prejudiciais. Eu tenho que fica em cima de meu filho pra lavar a mão, não coloca a mão na boca , não come com as mãos e não colocar a mão nos pés e complicado tanto pra mim como pra ele que não entende que evita um monte de bactérias. 
Postar um comentário