16 de nov de 2013

Mãe neurótica*

Vou conta um pouco que tenho com Samuka de não da tudo de come para ele tenho medo de da tudo de comer para esse menino acho que vai fazer mal mas sei que ele precisa experimenta de tudo já que tem 3 anos já mas eu confesso que fico com medo , ele adora café eu costumo mistura com leite mas quando acaba o leite e não tem ele vai sem eu vê e bebe o café , hambúrguer eu já dei mas em pedacinho não deixei ele come um inteiro ainda já me perguntaram Danielle você já levou Samuel pra comer o  lanche feliz no Mac Donald ainda não levei queijo ainda não tinha dado pra ele depois que fui da em pedacinhos eu sei que sou uma mãe neurótica mesmo e tenho que para com isso 

Quantas vezes por semana doces e refrigerantes podem entrar no cardápio?
Depende. “Se a criança estiver acima do peso, ofereça duas porções de desses itens por semana”, recomenda a nutricionista Priscila Maximino. Mas, se ela não vive em pé de guerra com a balança, três porções semanais estão de bom tamanho. “Esses alimentos devem ser oferecidos com muito mais parcimônia em caso de colesterol ou tri glicérides altos ou mesmo hipertensão”, completa. Ele gosta muito de refrigerante e depois que descobriu outro sabor além do guaraná ai pronto ele gosta de refrigerante de limão , doce ele também adora doces vou eu anoto tudo que ele já comeu pra eu não esquecer 
 
  Sopas prontas substituem uma refeição?
“De jeito nenhum. A quantidade de fibras e nutrientes presente nesses produtos é muito pequena”, diz categoricamente a nutricionista Priscila Maximino. Sem falar no alto teor de sódio. Se numa hora de aperto você precisar recorrer à praticidade desse tipo de refeição, trate de complementá-la com uma porção de carne, outra de legumes e uma fruta. Lembre-se: nada como a velha e boa sopa caseira, preparada com ingredientes fresquinhos. Ainda não dei sopa pra ele o chato que não sei cozinha muito bem ai fica meu complicado demais eu sei que não e nem um bicho de sete cabeças toda vez que estou numa duvida eu corro para minha prima Juliana ela já tem dois filho 
 
 As informações estampadas nas embalagens se referem às necessidades nutricionais de crianças ou de adultos?
“Em geral elas se referem às necessidades dos adultos, exceto quando os produtos são dirigidos ao público infantil”, esclarece Fábio Ancona Lopes. “O importante é saber que cada idade requer tipos e quantidades específicos de nutrientes”, completa. E as recomendações mais indicadas para cada faixa só o especialista pode fazer. Moral da história: vale olhar o rótulo? Até vale, mas apenas para ter uma leve referência quando o consumidor é uma criança. Eu também tenho essa mania de olha tudo na embalagens

Os macarrões instantâneos são liberados?
“A massa em si não faz mal nenhum, pois é uma excelente fonte de carboidratos”, afirma a médica Roseli Sarni. O problema está no condimento que dá sabor e faz com que o prato seja um dos preferidos da garotada. “Além de ser um tempero artificial, ele contém grande quantidade de sódio, que leva ao aumento da pressão e à retenção de água.” Em outras palavras, poder pode, mas só de vez em quando. Ainda não dei pra ele mas minha prima disse que pode da sim desde que não coloque o pó no macarrão , o miojo que todo mundo gosta


É melhor comer frutas com ou sem casca?
“O mais indicado é consumi-las com casca, quando possível, porque ela é uma ótima fonte de fibras”, garante Fábio Ancona Lopes, especialista em nutrição infantil da Unifesp. Mas enfatiza: as frutas devem ser muito bem lavadas em água corrente e com a ajuda de uma escovinha, para que fiquem livres de resíduos de agrotóxicos, substâncias extremamente prejudiciais. confesso que eu tiro a casca da maçã não vou nega quando eu vejo que ele tá meia ruim mas outras vezes e deixou com a casaca quando sei que tá boa.


A carne vermelha é essencial para a criança crescer saudável?
“Sim, ela é uma importante fonte de proteínas, gordura, ferro e zinco”, confirma a médica Roseli Sarni, presidente do departamento científico de nutrologia da Sociedade Brasileira de Pediatria. Contra anemia, ela é imbatível. Está lotada do chamado ferro-heme, ou ferro orgânico, que é muito mais bem aproveitado pelo corpo do que o mineral presente nos vegetais. Segundo a especialista, a anemia afeta mais de 40% das crianças em idade pré-escolar no Brasil. Por isso a carne vermelha deve ser consumida ao menos três vezes por semana, de preferência acompanhado de uma fonte de vitamina C, como a laranja, para aumentar a absorção do ferro. O frango e o peixe são bons substitutos, mas, fique sabendo, não contêm a mesma concentração do tal ferro-heme. também e outra coisa que tenho medo de da para ele porque , foi ai que começou minha mania neurótica de não comer carne uma vez comi uma carne dessa e estava estragada quaser morri


Postar um comentário