5 de jul de 2013

Câncer de Mama!




Câncer de mama

MASTITE – INFECÇÃO DA MAMA:

O que é?
Inflamação ou infecção das glândulas na região da mama causada normalmente pelo acúmulo de leite, que ocorre mais freqüentemente após ter tido um filho (período puerperal), entre a 2ª e 3º semana após o parto. Pode surgir fora dessa época, ocorre pela manipulação freqüente e contam inação através de cortes (fissuras) da pele. Pode ocorrer em uma ou nas duas mamas.

Mastite1

O que pode levar a ter mastite:
  • Não esvaziar completamente a mama (ingurgitamento mamário);
  • Rachaduras ou cortes (fissuras) observadas nos primeiros dias de amamentação;
  • Inexperiência da mulher com relação à amamentação;
  • Pega incorreta ao amamentar;
  • As bactérias do nariz (nasofaringe) do bebê são as principais causadoras da infecção.
Sinais e Sintomas:
  • Febre e calafrios;
  • Mamas cheias (túrgidas) e dolorosas;
  • Aumento da temperatura da mama;
  • Dor ao amamentar o bebê;
  • Bolas (nódulos) endurecidas;
  • Pele vermelha (hiperemiada).
Como eu evito a mastite:
  •  Lavar as mamas entre as mamadas (não utilizar sabão);
  •  Limpeza do bico (mamilo) e em volta dele (aréola) com água boricada;
  • Quando a mama estiver muito cheia (ingurgitada) esvaziar com a mão ou com uma bomba própria para esse esvaziamento;
  • Quando for retirar o bebê da mama coloque o dedo mínimo na boca da criança para evitar que ela te machuque ao tentar retirá-la do seio;
  • Usar sutiã;
  • Não é necessário parar de amamentar.
Complicação:
A mastite pode evoluir para o Abscesso mamário que é uma coleção de pus no interior da mama decorrente da infecção mamária. Leia mais sobre Abscesso mamário: ABSCESSO MAMÁRIO | Sinais, Sintomas, Tratamento
Tratamento:
  • Dependendo do caso deve ser usado antibiótico;
  • Algumas vezes formam-se placas de pus sendo necessária drenagem (retirada do líquido);
  • Bolsas ou compressas de água quente;
  • Lavar o local machucado com o próprio leite.

Nunca é tarde para se cuidar!
Postar um comentário