17 de jun de 2013

Um peixinho assustado#

 

Esta é a história de um peixinho levado.
Bloc-bloc era um peixinho bem pequeno ainda.
Sua mãe sempre saía com ele para ensinar-lhe sobre os perigos do mar; dizer-lhe o quê poderia e o quê não poderia fazer; mostrar-lhe até onde deveria ir por causa dos grandes peixes e dos tubarões sempre famintos que iam nadar na correnteza.
Certo dia porém, Bloc-bloc ultrapassou o seu limite. Ele estava tão contente! No céu brilhava um sol intenso e o mar era de um azul deslumbrante!
O peixinho então, nadou, nadou, nadou muito. . . Na verdade ele foi parar aonde viviam vários tubarões famintos esperando uma presa.
Quando ele percebeu onde estava, procurou logo se esconder por trás de uma gruta escura.
Teve que esperar tanto tempo! Ele ficou assustado, com fome e com muito medo.
Sua mãe e seu pai estavam tão preocupados e nem sabiam aonde procurar o filho que ainda era tão pequeno e o mar tão grande!
De repente, o peixinho ouviu um estrondo enorme! Era um tubarão grandão que nadava rápido por ali. Bloc-bloc assustou-se mais ainda e esperou.
O tubarão grandão, na verdade, ao ver o pobre peixinho todo encolhido ficou com pena dele e resolveu poupar-lhe a vida. Ajudou-o até a voltar para sua mãe.
O peixinho, agora, passou então a tomar mais cuidado ao passear e quando ia mais longe, marcava o caminho de volta.
É muito importante ouvir os ensinamentos do pai e da mãe para evitarmos os perigos que, às vezes, os caminhos nos levam.
Ufa! Que susto!
Postar um comentário