26 de mar de 2013

Minha mãe não gosta do meu filho*


Desde que eu tive meu filhote ela nunca se quer demostrou afeto por ele nunca quiz saber de samu e meu filho que é uma criança que não entende sempre tá atras dela, ela diz que tem pavor dele e que ele bate nela e chama de boba, chata ela sempre foi assim comogo também falam pra eu não ligar porque ela está doente com depressão mais mesmo assim ela não deveria fazer isso com meu filho só sei que esta atrapalhando na criação dele ela é tão ruim com ele que ,ele não pode nem entra no quarto dela e nem toca se quer nela diz que tem pavor dele pro meu paieu sei que ele esta muito rebelde mais não justificar ela maltrata ele eu quria que ela fosse carionhosa com ele, só é carinhosa com meu irmão só faltalimpa o chão que ele pisar nem comigo ela foi carinhosa meu perguntam até hoje porque não gosto da minha mãe por causa disso e porque sou mais chegada ao meu pai e minha avó já que foi ela que me criou quando eu ainda era pequena minha mãe era pra me apoiar ja que foi ela que me chamou pra morar com ela aqui se eu soubesse que isso aconteceria não teria vindo pra cá pra meu filho sofre nessa bruxa desculpa se eu estou chamando a minha mãe de bruxa já que devemos da valor as mães mas minha mãe não merce meu afeto se eu for fala tudo que ela ja me fez passa, mais quero rsquecer só não quero que maltrate meu filho samu outro dia eu vindo da feira e com o pão pra casa so que voltei na rua quando cheguei em casa meu pai gritando com minha mãe quando fui ver era porcausa de meu pimpolho ela tinha empurrado ele que foi para no chapão só deus pra proteger meu filho amém senhor04/07/2012,Nelinha{#}





ir na vovó não deu muito certo( nunca de certo ir na minha vó)
Fui na minha vó com samu já que deixa aqui em casa não da por causa da minha mãe por não gosta dele, então lá fomos nois peguei o buzão já que de metro aquela hora estava cheio era umas 8 hs da manha o buzão começou a sacoleja samuel começou a fica enjoado não deu outra ele vomitou em cima de mim nele sujou a roupa toda nunca vir ele não esta muito acostumado andar de onibus tadinho dele soltei na metade do caminho e fui andando até minha vó doida pra chega pra poder limpa ele fiquei com dó dele eu quando era pequena era igual á ele não podia entra num onibus que vomitava cheguei na minha vó troquei ele todinho eu fedendo a vomito agora acabei de da comidinha ele dormiu fui busca uns sapato que a dinda tinha dado ele tive que leva né ja que não tenho ninguém pra fica com ele mais é assim mesmo é meu filho tenho que olhar mãe é pau pra toda obra.


{#}
Apareceu uma ferida na boquinha do meu filho 
Hoje eu vir que tinha uma ferida na boquinha de samu é vermelhada por fora e branca por dentro já me deixou tensa fique preocupada tomara que chegue logo segunda pra eu leva ele no médic pra ver o que é isto mais fui ver na internet e pode se aftas ou lesões em todos os casos e melhor eu levar.

O que são aftas e lesões bucais?
 

São inchaços, manchas ou feridas em sua boca, nos lábios ou na língua. Há vários tipos de feridas e de enfermidades bucais. As mais comuns são as aftas, o herpes simples, a leucoplasia (placa branca) e a candidíase (sapinho). Estes problemas serão abordados abaixo.

Se encontrar uma ferida em sua boca, não se preocupe. Cerca de um terço de toda a população sofre ou sofrerá com isso em algum momento da vida. Contudo, as irritações e inflamações bucais podem ser muito dolorosas e interferir na fala e na mastigação.

Qualquer ferida que persista durante uma semana ou mais deve ser examinada pelo seu dentista. Às vezes, é recomendável que se faça uma biópsia (retirada de tecido para ser examinado) para que se possa detectar a causa da ferida, e para que se possa eliminar a possibilidade de doenças sérias como o câncer e AIDS.
Aftas: são inflamações pequenas e brancas cercadas por uma área avermelhada. As aftas não são contagiosas, mas muitas vezes são confundidas com herpes, causado por um vírus contagioso. As aftas ocorrem dentro da boca, principalmente em mucosa, enquanto o herpes aparece no lado de fora da boca, por exemplo, no canto dos lábios. As aftas podem sumir e reaparecer.

Podem também ser pequenas ou grandes e aparecer agrupadas ou isoladas. As aftas são comuns e recorrentes. Embora sua causa seja incerta, alguns especialistas acreditam que estão ligadas a problemas do sistema imunológico, a bactérias ou a vírus. Fatores tais como o estresse, trauma, alergias, cigarro, deficiências de ferro ou vitaminas e tendências genéticas também tornam a pessoa mais susceptível às aftas.

Como saber se tenho uma ferida ou uma lesão bucal?
Os seguintes sinais podem indicar a existência de uma ferida ou lesão bucal:

O herpes simples ou herpes labial se apresenta em grupos de bolhas dolorosas que aparecem ao redor dos lábios e, às vezes, debaixo do nariz e ao redor do queixo. Essas bolhas são causadas por um tipo de vírus e são altamente contagiosas.

A primeira infecção muitas vezes aparece em crianças, às vezes até sem sintomas e pode ser confundida com um resfriado ou uma gripe. Uma vez que a pessoa é infectada, o vírus permanece no corpo, causando, de tempos em tempos, ataques recorrentes. Em algumas pessoas, porém, o vírus permanece inativo.

A leucoplasia tem uma aparência esbranquiçada e pode aparecer no lado interno da bochecha, na gengiva ou na língua. Muitas vezes é associada ao fumo, ao uso de tabaco de mascar, embora outras causas incluam também dentaduras mal ajustadas, dentes quebrados e mordidas na bochecha.

Se considerarmos que mais ou menos 5% dos casos de leucoplasia se tornam câncer*, é possível que seu dentista recomende uma biópsia. A leucoplasia muitas vezes desaparece quando se abandona o tabaco.

A candidíase (ou sapinho) é uma infecção fúngica causada por cândida albicans. Pode ser reconhecida por sua cor branca, amarelada ou avermelhada nas superfícies úmidas da boca. Os tecidos situados sob a mancha podem ficar muito doloridos.

A candidíase é comum em pessoas que usam dentaduras, em recém nascidos, em pessoas debilitadas por alguma doença e cujo sistema imunológico não funcione de maneira adequada. Também são susceptíveis pessoas que se queixam de boca seca que acabaram de fazer, ou estão fazendo, tratamentos com antibióticos. Adote uma dieta equilibrada, com pouco açúcar e pouco amido.

Coma os alimentos com açúcar e amido durante as refeições e não como "lanchinhos", para minimizar o número de vezes que seus dentes estão expostos ao ácido.


Saiba mais
Como tratar irritações/lesões bucais?
O tratamento varia de acordo com o tipo de problema. Para os tipos mais comuns, descritos acima, os tratamentos são os seguintes:

Aftas: quase sempre desaparecem depois de 7 a 10 dias, e as erupções recorrentes são as mais comuns. Para um alívio temporário, pode se aplicar pomadas analgésicas. A lavagem com enxagüantes antisépticos pode ajudar a reduzir a irritação. Às vezes, prescreve-se antibióticos para reduzir uma infeção secundária.

Herpes simples: as bolhas geralmente desaparecem em uma semana. Como não existe cura para as infecções herpéticas, as bolhas podem reaparecer em momentos de instabilidade emocional, exposição ao sol, alergias ou febre. Anestésicos tópicos podem proporcionar um alívio temporário. Os medicamentos antivirais, vendidos com receita médica, podem reduzir este tipo de infecção. Consulte seu médico ou dentista.

Leucoplasia: o tratamento começa com a remoção dos fatores que causam as lesões. Para alguns pacientes isto significa deixar de usar tabaco. Para outros, significa remover as dentaduras mal ajustadas e substitui-las por dentaduras apropriadas. Seu dentista fará o acompanhamento do tratamento, com exames em intervalos de três a seis meses, dependendo do tipo, local e tamanho da lesão.
O tratamento da candidíase consiste em controlar as condições que causam o seu aparecimento.

É importante limpar as dentaduras para evitar os problemas causados por elas. Remover as dentaduras antes de dormir também pode ajudar.

Se a causa for um antibiótico ou um anticoncepcional oral, a redução da dose ou a mudança do tratamento podem ajudar.

Produtos que substituem a saliva deixam a boca mais úmida. Medicamentos contra fungos podem ser usados quando a causa principal é inevitável ou incurável. Em todos os casos, a boa higiene bucal é essencial. 14/07/2012



Postar um comentário